#RHSC – Uiiii, as Preliminares!!!


Então, gente cremosa, é sexxxxxxxta-feira, dia de alegria. Dia de putaria, dia de namorar, seja em casa ou escondido. E se liga nazideia que eu vim falar hoje, na maior humildade, like mais amor menos recalque que são: PRELIMINARES!

modelocapa

Que beleza! Oppa, Gangnan style! Kkkkkk, já posso ouvir até os pensamentos da mulherada. Genten, preliminares são importantes e tal, todo mundo sabe disso. Mas o porquê disso é importante também.

Imaginem um bolo, você ta lá, fazendo a massa, pra colocar no forno, ele tem que estar pré-aquecido. A mesma coisa acontece com a nossa amiga “mariazinha”. Até porque, ser estocada sem estar devidamente preparada para receber o “amigo alheio” machuca, né?

As preliminares, na minha humilde opinião, são mais úteis pra criar o clima em si, do que pra deixar a mulher molhadinha. E homens, pfvr, né… NÃO TENHAM PREGUIÇA! Às vezes, uma preliminar bem feita, salva uma transa sem muito, vamos dizer assim, glamour.

A mulherada se amarra nas putarias das preliminares, mas também ama as caricias que acompanham. Então, vamos ser criativos. E isso vale para ambos os lados. As mulheres também precisam ser proativas na hora de chupar o limão. Se for fazer, faz com vontade, cacete! Sem nojinho! Ou então, melhor nem começar. Sem essas frescurinhas, por favor.

A grande verdade é que a grande vontade dos caras é ouvir “Nossa! Nunca fui tão bem comida!” E afins… E nem venham começar a negar, porque é verdade. Acho justo dizer, se for #truestory but, se não, também não esculacha o maluco! Faz um quadradinho maneiro, quica de cabeça pra baixo e tenta de novo. Como dizem por ai: “A segunda vez é sempre melhor”.

Nos encontramos na próxima sexta, com mais putaria, romantismo, reflexões e muiiiiiiiiiiito bom humor, meus chocolatinhos.

Beyjo na mamãe, no papai, na vovó e vai estudar porque quem bate ponto vendo nosso sucesso são azinimigas no recalque.

 

assinatura

#RHSC – O que você espera do próximo?


Porque expectativa não correspondida é igual a um tapa na cara. E sem luva de pelica. Um caixote que você leva em plena praia do Leme, com a impressão que está todo mundo olhando e rindo muito da sua cara.

modelocapa

A expectativa do encontro é insuportável. Você fica igual a uma idiota, se arrumando o dia todo. Faz cabelo, unha, fica literalmente HORAS pra achar a roupa perfeita e impressionar o cara. Aí toma banho duas horas antes, faz aquele make violento, passa tanto fixador que a sua cara congela! HAHAHAHA

Na hora combinada você está lá, no lugar marcado. Linda e sereia, no aguardo do boy magia. E ele não aparece. Putzz!!! Ele te manda uma mensagem dizendo que não vai poder ir e blá, blá, blá… quem nunca?! Aí o mundo acaba. E acaba mesmo!

Pro inferno quem diz que é frescura! Todo mundo passa por esse momento dramático. E é realmente horrível. Você se sente idiota, porque gosta do cara e ele ainda faz isso contigo. Então, que conselho a tia Thais pode dar pra vocês?

Galera, se liga! Isso vale tanto pros leleks quanto pras lelekas, hein!  A escolha de dar mais uma chance é sua. Somente. Tem a probabilidade de ser realmente verdade o que ele/ela escreveu pra você na mensagem. E de ser mentira também. Acho válido ter uma conversa séria se você ficou realmente magoado(a) com ele/ela. Colocar tudo em pratos limpos mesmo! Isso, óbvio, sem perder a educação e nem a classe. Se no final dessa conversa, ou da sua ponderação, você resolver dar uma nova chance, beleza. Mas esquece o que aconteceu, porque não vale a pena ficar com isso na cabeça. Se a decisão foi pelo não, aí né… quem perdeu foi quem deu o bolo.

Bola pra frente, porque como já dizia vovó: “Homem é igual a biscoito. Vai um, vem dezoito”.

E até a próxima sexta, gente lynda!

assinatura

#RHSC – A produção feminina na hora do sexo


Minhas lyndas e meus lyndos, estamos de volta em mais uma sexta pra falar de coisa boa! SEXO!!!

modelocapa

Eike Diliça! E a pauta de hoje é: A importância da produção feminina na hora H. Um assunto que interessa mais às meninas que os meninos, até porque, eles não querem saber quanto tempo nós perdemos escolhendo aquela lingerie foda, sentindo dor fazendo a depilação nos lugares mais inóspitos da terra e nos maquiando até achar o equilíbrio perfeito entre o sexy e o romântico.

O que interessa pra eles é: COMER! E no final, para nós, se resume em: DAR.  E não me levem a mal. O fato é que: Dar é muito bom! Sem mais delongas. O que vamos falar é da necessidade que sentimos de ver nos olhos deles aquela expressão de “OMFG! Isso é pra mim!” Muitas vezes é, e queremos sim ser elogiadas. Queremos ouvir que estamos lindas, gostosas, sexys e etc… todo aquele clichê.

Nós mulheres temos a necessidade de nos produzir, pois isso eleva nosso ego e faz com que a gente cause o impacto em quem nos vê. Quando queremos chocar, chocamos. Quando queremos realizar fantasias, fazemos. Quando não queremos, não fazemos. Nem o diabo pode com a gente.

Somos poderosas e quando nos produzimos, sabemos sim seduzir quem a gente quiser. A alma feminina é sexy por si só. E no momento das preliminares, aquele make bem feito valoriza qualquer olhar, ou qualquer boca. Vamos combinar né… aquela boca vermelha, ou aqueles olhos bem marcados fazem efeitos. Ô, se fazem… E dependendo do make, o negócio fica mais selvagem ou doce. Depende do que a mulher quer.

Então, para concluirmos… A mulherada manda nessa porra mesmo e é isso aí. A gente controla o mundo com o abre e fecha das nossas pernas!  HAHAHAHAHA!!! É fácil pra gente, basta aprendermos as putarias da sociedade. E uma boa putaria de vez em quando faz um bem…

Gatas e gatos, nos encontramos na próxima sexta, com mais pimenta e mais chocolate. Ou não né… vai saber…

E avisa prazinimiga que o recalque delas bate na sua super produção de estilo femme fatale e volta em forma de filme pornô barato. #chupainimigaquethatahjquerpimenta

assinatura

#RHSC – Saber, querer e poder. Eis a questão!


modelocapa

O ser humano é um bicho muito engraçado, né? Tem horas que sabe com uma certeza inquestionável o que quer e não há Cristo que o faça desistir de seu objetivo. Tem horas que a pessoa tá mais perdida que cego em tiroteio. Uma das coisas mais ridículas e que me fazem rir loucamente da cara alheia é quando vagabundo vira pra mim e fala: “EU SEI O QUE EU QUERO” Ah, vá! Sabe p**** nenhuma! Ninguém nunca sabe o que quer. Essa é a graça da vida, gente.

O “não saber” é a parte mais gostosa. Por isso que eu costumo falar: “EU SEI O QUE EU NÃO QUERO”. Ora, penso eu cá com meus botões, se eu não quero, é porque já vivi ou já experimentei, tirando drogas, claro.

Acredito eu que, cada um tem seus problemas, suas privações e seus traumas. Isso é perfeitamente normal. O grande pulo do gato é saber lidar com esses problemas. Não ser egoísta e nem arrastar todos para eles.  Amigo, é cada um no seu quadrado. Problemas todos temos e somos sim, capazes de resolvê-los. Afina, somos seres pensantes.

Saiba que o querer é bom, o poder é melhor e o saber o que fazer é sensacional! Com a combinação certa dessas três insígnias, a força está do seu lado. Concentração, foco, força e fé. Nossa! To muito zen hoje!

Espero vocês na semana que vem, com mais pimenta dessa vez.

BeijoBeijoBeijo

assinatura

#RHSC – 50 Tons de cinza, que na verdade deixam tudo mais vermelho


modelocapa

Olá, gente bonita! Estamos juntos em mais uma seeeeexxxxxxxxxxta-feira para falarmos de coisa boa! E hoje vamos falar dos 50 TONS DE CINZA. Siiiiim!!! Eu amo. Eu já devo ter lido os três livos umas 30 vezes cada um. Estou à procura do meu Christian Grey. Tá. Pera ae! Vamos aos prazeres, que são muitos.

Pra você que conhece e é fã, a coluna de hoje vem somando um pouquinho da minha humilde opinião com algumas informações sobre o livro e o filme que está previsto para lançamento em 1º de agosto de 2014. Para quem não conhece, leia. Principalmente o público masculino. Vamos deixar a porcaria do machismo de lado e ter boas ideias e/ou se inspirar no nosso querido Christian para comer mais e melhor suas namoradas/esposas/ficantes, entre outras…

O livro, para quem olha de primeira, parece um conto erótico, mas na verdade, é muito mais que isso. É um romance erótico. A trilogia escrita por E. L. James consegue mesclar de forma perfeita, na minha opinião, os dois temas. Fazendo um breve resumo da história, Christian Grey é um milionário que simplesmente se encanta por Ana Steele e ele a inicia no mundo do BDSM (sigla que significa Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo), mas acaba se apaixonando por ela. Mas ela descobre que Grey tem problemas sérios e precisa escolher se seguirá em frente nessa relação com ele ou não.

Para quem é adepto desse tipo de relação BDSM, é perfeitamente normal conviver com certo tipos de “rotinas” estabelecidas entre o casal. Normalmente, são relacionamentos monogâmicos. Acho justo que seja experimentado por quem tem vontade e que, obviamente, tudo seja bem conversado e consensual entre quem irá praticar.

A oportunidade da prática do BDSM é justamente não se importar em ser quem você quer ser para o outro. Vestir um personagem ou não. Fazer em algum lugar diferente, de alguma maneira diferente. O ato em si é uma cena entre o Dominador(a) e a Submissa(o). Nessas cenas são frequentes surras, açoites, vibradores, amarras de vários tipos, mordidas e por aí vai…

Dentre esse universo de possibilidades, uma relação BDSM não necessariamente envolve somente o sexo em si. Por que não pode haver um relacionamento “convencional” entre o casal que a pratica? Nada em um relacionamento precisa ser convencional quando o casal está feliz.

Vamos praticar!!! E praticar bastante! Porque de cinza, os 50 tons só tem o nome. O negócio é ser bem colorido! Beijos cheios de chicotadas, porém carinhosíssimos! ❤

Ahhhh! As meninas aqui do blog já tem a preferência pelo ator que irá interpretar o Christian Grey. Para quem não conhece, apresento-lhes, o NOSSO gostoso: MATT BOMER

Matt Bomer

Aff, até ovulei…

assinatura