#RHSC – Uiiii, as Preliminares!!!


Então, gente cremosa, é sexxxxxxxta-feira, dia de alegria. Dia de putaria, dia de namorar, seja em casa ou escondido. E se liga nazideia que eu vim falar hoje, na maior humildade, like mais amor menos recalque que são: PRELIMINARES!

modelocapa

Que beleza! Oppa, Gangnan style! Kkkkkk, já posso ouvir até os pensamentos da mulherada. Genten, preliminares são importantes e tal, todo mundo sabe disso. Mas o porquê disso é importante também.

Imaginem um bolo, você ta lá, fazendo a massa, pra colocar no forno, ele tem que estar pré-aquecido. A mesma coisa acontece com a nossa amiga “mariazinha”. Até porque, ser estocada sem estar devidamente preparada para receber o “amigo alheio” machuca, né?

As preliminares, na minha humilde opinião, são mais úteis pra criar o clima em si, do que pra deixar a mulher molhadinha. E homens, pfvr, né… NÃO TENHAM PREGUIÇA! Às vezes, uma preliminar bem feita, salva uma transa sem muito, vamos dizer assim, glamour.

A mulherada se amarra nas putarias das preliminares, mas também ama as caricias que acompanham. Então, vamos ser criativos. E isso vale para ambos os lados. As mulheres também precisam ser proativas na hora de chupar o limão. Se for fazer, faz com vontade, cacete! Sem nojinho! Ou então, melhor nem começar. Sem essas frescurinhas, por favor.

A grande verdade é que a grande vontade dos caras é ouvir “Nossa! Nunca fui tão bem comida!” E afins… E nem venham começar a negar, porque é verdade. Acho justo dizer, se for #truestory but, se não, também não esculacha o maluco! Faz um quadradinho maneiro, quica de cabeça pra baixo e tenta de novo. Como dizem por ai: “A segunda vez é sempre melhor”.

Nos encontramos na próxima sexta, com mais putaria, romantismo, reflexões e muiiiiiiiiiiito bom humor, meus chocolatinhos.

Beyjo na mamãe, no papai, na vovó e vai estudar porque quem bate ponto vendo nosso sucesso são azinimigas no recalque.

 

assinatura

#RHSC – O amor e a carência


SEXXXXXta chegou, e a nossa blogueira de comportamento veio com mais um assunto pra esquentar nosso fim de semana!

Bora curtir???

modelocapa

 

O amor e a Carência

A carência. Ah, Deus, a carência.

Definição: sf (lat carentia) 1 Falta do preciso. 2 Necessidade. 3 Privação

Um sentimento nojento, chato e que consegue fazer com que o nosso dia se torne horrível em um milésimo de segundo. Por quê, Deus, por quê?

Para os homens, a carência está relacionada diretamente ao físico. Para os safados, a façanha de comer uma mulher. Para os mais românticos, a arte da conquista de uma dama. Para os mais científicos, a conclusão da cópula. E assim vai…

Pra mulherada, é bem mais difícil. A carência está ligada ao emocional. Aquele momento que ela quer alguém que a abrace e diga que vai ficar tudo bem. Que não precisa sentir medo e nem se preocupar, que ela está protegida. Alguém que a encha de beijos e sim, porque não, no final faça amor com ela.

Legal mesmo é quando existe o casal e um acaba com a carência do outro. Mas e quando a pessoa é “forever alone”? Faz como? Sai pra balada e pega qualquer um? Vai pro puteiro comer as “primas”? Não, minha gente. Já dizia o famoso poeta, que não me recordo o nome porque são 4:53 de uma segunda feira e, sim, a pessoa que vos escreve trabalha: “Ame a si mesmo antes de amar o outro”.

Já Dizia Whitney Houston, em sua música, “Greatest Love of all” “O maior amor de todos / É fácil de alcançar, aprendendo a amar a si mesmo / Este é o maior amor de todos”

Vamos nos amar para podermos oferecer um amor melhor para o próximo. E um sexo mais satisfatório também, por favor.

assinatura